Archive for the 'Conversas' Category

Vlad Gerasimov – Vladstudio

Hoje, no correio-e, a mensagem da newsletter Vladstudio não me conduziu a mais uma imagem, mas ao aviso de publicação na Internet de duas entrevistas com Vlad.
Segui o fio da primeira.

Pela primeira vez a cara que se esconde por detrás de cada desenho inspirador. A pessoa e as suas palavras. Li com gosto.
Quando iniciei o Sabor de Palavra avisei-o… e deixei o link.
Expliquei-lhe que as imagens eram inspiradoras e pediam poesia… em português.

Escreveria sempre, eu sei. Está no sangue.
Mas se não existisse o Vlad, não existiriam aqueles poemas que povoam o universo do Sabor de Palavra e o meu ambiente de trabalho ficaria mais pobre…

Obrigada, Vlad Gerasimov!
.

Anúncios

Oh Professora, aquilo é a média!…

Oito e pouco da manhã. Frio, vento e chuva.

Mas já o coração aquece na companhia deles, a caminho da sala gelada do barracão do jardim… Vêm correndo ao sabor da frase habitual: quem chegar depois de mim à porta tem falta! Risota, claro. Mas sabem como sou exigente com a pontualidade… A S. simbolicamente chega à porta e toca nela para garantir que chegou, como num jogo, em primeiro lugar… estando livre de “perigo”.
A B. entusiasmada vem falando ao meu lado, contando, explicando:
– Oh Professora, sabe um programa que há na televisão com muita gente a cantar? E depois elas têm de dar a nota certa e o máximo é 100 pontos que uma máquina dá? …
– Sim… E?… (com tanto entusiasmo ocorreu-me que tivesse estado por lá nas férias, ou em algum casting…)
– E depois por baixo aparecem uns quadradinhos e vão lá pondo os pontos que se tem, em cada sítio da canção que conta…
– Sim… E?…
– Oh professora, aquilo é a média que nós demos nas aulas! O que depois eles fazem é achar a média dos pontos todos porque juntam tudo e dividem pela quantidade de quadradinhos!
(Ao lado a I. sorria e a B. continua a falar ao meu lado até chegarmos à secretária)
Tens de contar essa tua descoberta à turma!
Mais sorrisos.
– A I. até já consegue, de cabeça, olhar e saber se a pessoa vai conseguir os pontos que são precisos para passar à fase seguinte ou ganhar! Ela sabe achar assim mais ou menos a média de cabeça!
Iniciei este período (mais uma vez) a falar do sentido que a Matemática dava, e não retirava, à vida. Que eles nunca deixassem de colocar acima de todas as coisas, quando resolvem problemas Matemáticos, a sua inteligência do dia a dia, a sua lógica, o seu espírito crítico, a sua capacidade de observação. Muitas vezes isso tornava-se mais importante do que o conhecimento dos procedimentos, embora sem esse conhecimento fosse muito difícil progredir e avançar na capacidade de resolver problemas mais elaborados e desenvolver o pensamento matemático em geral.
Por favor, se a pergunta num problema for que idade tem uma menina e errarem as contas, nunca deixem escrito uma coisa como: a menina tem 95 anos!
Riem.
Ou… à pergunta como distribuir 45 alunos por dois autocarros, numa visita de estudo, atreverem-se a responder 22,5 alunos em cada autocarro!
Ao longo de dois anos, esta tem sido uma conversa à qual regressamos sempre.
E sei que não foi em vão para a maioria.
Aproxima-se depressa demais a hora do adeus a estas crianças doces que partilharam comigo, enquanto parceiros, dois anos de trabalho intenso e produtivo. Se me pudessem dar mais um aninho com eles…
Mas a vida é assim: este ciclo constante de chegadas e partidas.
Asas mais fortes. Voem sem mim agora!
Conto ficar a morar um bocadinho nos seus corações.
Eles nunca mais vão sair do meu…

Jerome Bruner (voz e não só)

Por causa de uma busca…
The growth of mind (do livro The Relevance of Education – 1971, mas também incluído noutro(s) livro(s) de que já falei aqui) encontrei

primeiro isto:

– a versão original do texto (1966) que, penso, terá sido depois revista e integrada no livro.

depois isto:

[Narrative Psychology: Internet & Resource Guide]

com o espaço dedicado a Bruner
e o bónus de uma entrevista (demora muito a carregar pois é pesadita)

If you want to see what Jerome Bruner looks and sounds like, there is a fascinating conversation/reminiscence about Luria by Bruner and Oliver Sacks as interviewed jointly by Michael Cole in March, 2002. The video runs about 18+ minutes. Note that this QuickTime video is very, very large: 192 Megabytes!

Depois… ainda descobri isto.


Vou guardando para mais tarde encontrar facilmente.
(Pelo caminho, já sabem, vou partilhando.)

Seymour Papert (e Quincy Jones) – Entrevistas (Educação, Música, TIC)

Descobri… quase por acaso.
Partilho.

http://portal.acm.org/citation.cfm?doid=973801.973816

Interviews with Seymour Papert

Mov
Learning-rich entertainment (seymourpapert_1 video) Supplemental video to “Interviews with Seymour Papert”

Mov
Logo for children (seymourpapert_2 video) Supplemental video to “Interviews with Seymour Papert”

Mov
Technology in schools (seymourpapert_3 video) Supplemental video to “Interviews with Seymour Papert”

Mov
Home schooling (seymourpapert_4 video) Supplemental video to “Interviews with Seymour Papert”

 

ABSTRACT

The legendary Quincy Jones and Seymour Papert have graciously appeared on camera for interviews and joined the ACM Computers in Entertainment magazines editorial board. Quincy and Seymour are two of the nicest people to talk to and work with. Quincy talks about education as fun learning, the impact of music on children, how technology affects the way music is created and produced, and digital distribution of music over the Internet. Seymour speaks of learning-rich entertainment, Logo and computer programming for children, technology in schools and education, and the future of home schooling and learning environments.

Seymour Papert, a mathematician and an early pioneer of Artificial Intelligence, is internationally recognized as the seminal thinker on how computers can change learning. He is a cofounder with Marvin Minsky of the AI Lab at MIT and a founding faculty member of the MIT Media Lab, where he continues to work. Seymour collaborated for many years with Jean Piaget at the University of Geneva in Switzerland. He wrote many books including Mindstorms: Children, Computers, and Powerful Ideas. More information can be found at http://www.papert.org/

Quincy Jones, who composed more than 50 major motion picture and television scores, has earned international acclaim as producer of the best-selling single of all time and the best-selling album in the history of the recording industry. The all-time most nominated Grammy artist with a total of 76 nominations and 26 awards, Quincy has also received an Emmy Award, seven Oscar nominations, and the Academy of Motion Picture Arts and Sciences Jean Hersholt Humanitarian Award. More information can be found at http://www.quincyjonesmusic.com/

http://portal.acm.org/citation.cfm?id=973801.973815
Interviews with Quincy Jones


Mov
Education as fun learning (quincyjones_1 video) Supplemental video to “Interviews with Quincy Jones”

Mov
Music and children (quincyjones_2 video) Supplemental video to “Interviews with Quincy Jones”

Mov
Music and technology (quincyjones_3 video) Supplemental video to “Interviews with Quincy Jones”

Mov
Music and the Internet (quincyjones_4 video) Supplemental video to “Interviews with Quincy Jones”

Conversas com histórias…

Intervalo, ontem

R: Professora…
Eu: Sim?
R: Pedi à minha Mãe para me pôr de castigo…
Eu: Como?
R: Pois… por causa de ter baixado as notas e a professora ter ralhado a dizer que andamos a trabalhar pouco e que os pais também deviam ralhar connosco, não devia ser só a professora…
Eu: (sorri)
R: Eu nunca estive de castigo… mas se eu estiver de castigo assim já não me distraio e em vez de fazer outras coisas como os jogos no computador agora não posso e estudo mais…
Eu: Olha… (Sorri outra vez) Boa ideia!

Correio electrónico, ontem

1ª mensagem à noite
L: Professora Teresa já fiz a plude do projecto da Leonor. Agora vou meter no blog.xau
Eu: “upload” 🙂 Obrigada! Bjinho. Prof. 3za

2ª mensagem à noite
L: Professora já aprendi sozinho a meter o slide share no blog e publiquei uma coisa.Xau bjs.
Eu: Já fui ver e deixei comentário! É a melhor forma de aprender…

Aula, hoje:
L: Depois da professora a semana passada me ter ensinado a criar a conta e pôr lá os powerpoints, deixei lá o trabalho de formação cívica… e queria pôr no blog… primeiro experimentei vários códigos mas só apareciam umas letras no blog… a certa altura experimentei outro código que vi lá… e deu!
Eu: Tem sido assim que aprendo a maior parte das coisas que sei fazer no computador. Estás no bom caminho!

Aula de Matemática, ontem

AT (aluna de 4/5): não estou nada satisfeira com as minhas notas. Hoje vou ao apoio para tirar dúvidas e estudar…
Eu: são todos bem vindos, sempre que quiserem… e precisarem.
(Mais uns dedos no ar) Eu também quero ir!
Eu: (sorri)

Aula de Ciências, hoje

LL: Professora, o meu pai está a ensinar-me a trabalhar com o Movie maker…
Eu: Óptimo! Ainda não tive tempo de me sentar a aprender… mas gostava muito! Aproveitamos o que aprenderes e em AP podes ajudar-nos a chegar lá mais depressa.
LL: Está bem… (entusiasmo)
Eu: o teu pai é… informático?
LL: O meu pai é marinheiro e tem montes de blogues põe filmes e fotos da família e diz que se a professora um dia precisar de usar a minha cara na net pode usar…
Eu: Então às vezes ele anda a navegar…
LL: Pois… é quando faz estas coisas e aprende a mexer… Depois ensina-me quando está em casa!
Eu: Aprende bem tudo para depois nos explicares… é que no 3º P queria que vocês fizessem alguns trabalhos de pesquisa sobre temas importantes do programa de Ciências, produzissem um registo escrito e depois um registo “multimédia”… filme, scratch, outro… Mas… vejam se conseguem trazer alguns computadores vossos para não ficarmos tão limitados como estamos com os computadores da escola… e terão de trabalhar também em casa nos projectos para se conseguir avançar. O tempo na escola e nas aulas não chega para nada e quase nunca podemos ir aos computadores…

Exorcisando os males… com os bens

Sorriso.

Seymour Papert e Paulo Freire: diálogo

Repito aqui, pelo seu interesse, uma entrada da Teia.


Ontem, antes de me deixar dormir, substituí a TV (não é difícil) pela repetição do visionamento do registo vídeo deste encontro de titãs, divulgado há tempo na Teia (tendo como referência o blogue Na Praia e um encontro no Second Life sobre Paulo Freire).Desculpem a repetição… mas pode haver interessados a quem tenha escapado na altura este registo, que nos provoca e faz pensar sobre o futuro da educação e da escola…

Pelo menos a mim soube-me bem vê-los/ouvi-los de novo.

parte 1 (65MB)
parte 2 (68MB)
parte 3 (60MB)
parte 4 (26MB)

*O FUTURO da escola e o impacto dos novos meios de comunicação no modelo de escola actual. Produtor: Márcia Moreno e Marco Aurélio Del RossoTV PUC de São Paulo com apoio do JornalData: Nov. 1995

a propósito…

Este registo vídeo vai muito bem com o livro que tenho em mãos no momento (chegadinho este Verão da Amazon e que pode ser adquirido a partir de uma libra… procuro sempre comprar os livros em segunda mão e conseguem-se oportunidades óptimas. Estão a caminho uns onde é possível poupar quantias como 80 e tal libras…):

The Children’s Machine – Rethinking School in the Age of the Computer

de Seymour Papert, 1993

Prefácio

Uma proposta de síntese


RSS my delicious

  • Ocorreu um erro; é provável que o feed esteja indisponível. Tente novamente mais tarde.

Blog Stats

  • 166,549 hits
Dezembro 2017
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias