Archive for the 'tecnologias' Category

Computação Criativa – tradução para língua portuguesa do Scratch Curriculum Guide Draft – Creative computing – MIT

Finalmente concluída a tradução para língua portuguesa  do Scratch Curriculum Guide Draft – Creative computing criado no MIT e partilhado no final de Setembro no ScratchED.

A versão portuguesa (.doc) pode ser consultada AQUI . Existe, também, uma versão .pdf AQUI .


A tradução deste guia resulta do trabalho da equipa EduScratch (um agradecimento especial a Fernando Frederico pelo seu enorme contributo na tradução e, também, a Isabel Campeão e Eduardo Martinho pela revisão atenta e rigorosa e inúmeras sugestões que melhoraram imenso a versão agora disponibilizada). Este documento está aberto a sugestões de melhoria por parte dos leitores/utilizadores, de acordo com as suas experiências e conhecimento.

As últimas daTeia…

Do ovo à borboleta… (uma história de aprender)

E se? (Está a acontecer…)

Exploração e construção de situações de aprendizagem da Matemática com programação em Scratch no pré-escolar e no 1º ciclo do ensino básico

A culpa é do Facebook…

Vídeo – Scratch na EB1 – JI de Aiana de Cima (Sesimbra)

Tecendo noutros recantos…

Últimas do EduScratch…

Últimas notícias…

Estava programada uma sessão informal sexta dia 16 na ESE/IPS com dois colegas da Moita… convidámos a professora de Azeitão (Clube Scratch time – Ana Almeida) que disse sim, a professora Fernanda Ledesma vai juntar-se à festa… hoje a Ana Paula Lamy da Moita pediu para se juntarem mais quatro ou cinco colegas da sua escola motivados para aprender e aplicar… Matemática, Ed. Visual, duas professora Bibliotecárias, um professor de TIC… E a pergunta é: alguém mais se quer juntar a nós e aproveitar? ESE IPS às 14:30 – 16 Set – Sexta… Sessão informal mas muito desejada… O que podemos sonhar de melhor?

Entretanto… decidimos fazer o levantamento de projetos educativos em torno da utilização da ferramenta Scratch… Continuamos a atualizar. Tabela no Google docs e professora Teresa Pombo semeando os locais com detalhes: páginas das escolas e eventuais blogs associados… Algumas histórias bonitas… No estabelecimento prisional de Tires, um professor trabalha com as formandas reclusas (EFA B1) offline, por ser condicionado o acesso à ‘net. Tem utilizado e adaptado materiais do portal EduScratch… e isso enche-nos de alegria… Há missões diferentes e a Escola tem muitas cores e formas.

Se conhecem mais algum projeto… digam-nos!

Entretanto o EduScratch cresce em notícias e em visitantes… Basta clicar nas imagens para aceder às últimas notícias completas…

Scratch: imaginar, criar… crescer?

Já passaram alguns anos desde que a Alison entrou na minha vida como um relâmpago. Energética, acelerada, determinada… nunca foi minha aluna em sala de aula, mas apareceu no Clube Scratch time perguntando se podia inscrever-se. Tinha 9 anos e acabara de entrar para o 5.º ano.

Nas sessões de formação Scratch para professores, conto sempre a suas história com o Bolt… De como perguntou se era possível “pôr o Bolt a correr”… de como desenhou o cão, pediu à Mãe para digitalizar as imagens e no Clube aprendeu a fazer animações.

No ano que passou fez-nos uma surpresa doce que contei aqui pois, agora já no 8.º ano, resolveu melhorar um pouco a sua primeira versão do Bolt e voltou a publicá-la.

Scratch Project

Nunca deixou de programar com o Scratch. Adora desenhar, adora inventar e contar histórias e os seus projetos têm uma marca muito pessoal que os distinguem de outros. Programar é algo pessoal e revelador da individualidade. Cada um de nós é único e a Escola devia reconhecer essa verdade. Urge usar ferramentas que não uniformizem, que não limitem quem somos nem o que sonhamos.

Partiu para Inglaterra onde continuará a estudar, agora no 9º ano, e acabei de descobrir um projeto seu em Inglês, decerto já publicado a partir da sua nova casa.

Scratch Project

Já o comentei. Precisa de ser melhorado, claro. Algumas legendas são muito rápidas, existem alguns erros na escrita em língua inglesa, mas, desculpem-me os puristas, olho para ele… sigo a história deliciada e consigo ver para além do pormenor o quanto a Ali vai crescendo na sua criatividade, no seu sentido apurado de perspetiva e realização, na sua persistência e determinação.

Muitos dos seus projetos não são complexos do ponto de vista da programação. Este suporta-se no desenho de cenários sequenciais e a programação não é mais do que um conjunto de ordens para que os cenários se sucedam como imaginou, para que contem a história como deseja contá-la. A ferramenta é o meio para lá chegar, é o suporte para as suas ideias, é a forma de chegar facilmente aos outros. Aprende com a programação, claro, sempre… mas muito para além disso opta por usar as TIC ao serviço da criação, da construção, da reinvenção e vai crescendo como ser humano.

As TIC são terreno fértil para a semente de todo o seu potencial criador. Em vez de as usar apenas no consumo do que outros fazem, a Ali, no verdadeiro espírito Web 2.0, é produtora de conteúdos que oferece aos outros de forma simples. O Scratch, por ser tão flexível, permite tudo e estimula esse importante gesto de construir com as TIC. É integrador, aglutinador de outras ferramentas, é simples e complexo, permite avançar na educação matemática de conceitos-chave complexos (mesmo com crianças de tenra idade), permite desenvolver técnicas de comunicação e o domínio da língua materna, promove o desenvolvimento do espírito crítico e do sentido de responsabilidade (não se partilha qualquer coisa com o mundo), ou apenas ser um meio para que a criança ou o jovem expressem outras habilidades e competências que a Escola nem sempre valoriza (infelizmente) reforçando a sua confiança e auto-estima. É um caminho para o currículo formal para as crianças que dele se afastaram, ou cujas dificuldades constituem obstáculo denso. É um caminho para a excelência, no outro extremo, quando as crianças “filhas de um Deus maior” querem mais e a Escola não oferece outros caminhos para além dos da mediania em que vive.

Como sempre, o elemento humano é a coisa-chave. Educamos e formamos pessoas e não podemos desperdiçar uma só ferramenta que nos ajude a torná-los melhores cidadãos deste século. Pode ser o Scratch ou outra qualquer (ele socorre-se de todas e do trabalho sem TIC para se tornar ainda mais rico no seu alcance)… mas desiluda-se quem acreditar que só por mudar os meios e fazer o mesmo nas aulas os milagres acontecem. As TIC são os que as pessoas querem que sejam. Sem professores, sem alunos e sem formas de utilização bem pensadas e com metas adequadas, não produzem melhor educação.

A maioria dos alunos que experienciou o Scratch não se tornará programador, poderão mesmo nunca mais programar, mas crescem e desenvolvem competências variadas de forma consistente que não vão desaparecer do seu currículo interior enquanto pessoas.
Aprender a língua materna não produz por si só escritores… mas desenvolve em nós muito mais do que competências linguísticas. Aprender ciência ou artes não produz necessariamente cientistas ou artistas, mas se o trabalho da escola for bem feito, fazem a diferença no futuro individual e comum.

E os professores que oferecem aos seus alunos experiências variadas com as TIC, numa perspetiva de inovação das formas de ensinar e aprender, também crescem com eles e são muito mais felizes.

Se mais não fosse… já chegava para valer a pena a experiência neste mundo tão cheio de desilusões e tristezas.

Alguém quer começar?
Deixem-se surpreender…

http://eduscratch.dgidc.min-edu.pt/

Educação e tecnologias na Teia (actualização)

Android vs iPhone (OS Battle)

AQUI
 
Mobile Marketing Infographic

Scratch: programming for all

Que ferramentas lhes colocamos na mão? Que tempo lhes dispensamos numa mediação cada vez mais necessária e, simultaneamente, mais ausente (casa, escola)?

É preciso reflectir… e… agir!

(Recurso partilhado no portal EduScratch – clicar na imagem)


RSS my delicious

  • Ocorreu um erro; é provável que o feed esteja indisponível. Tente novamente mais tarde.

Blog Stats

  • 163,625 hits
Fevereiro 2017
M T W T F S S
« Out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

Categorias